O Espaço São José Liberto, desde a sua instalação em 2002, tornou-se uma referência nacional e estadual de economia criativa e desenvolvimento local. Com o contínuo incremento e integração das políticas públicas de desenvolvimento econômico, acesso ao crédito educação e qualificação profissional, fomento ao turismo, geração de trabalho e renda, valorização da diversidade cultural do território da Amazônia Paraense, apoio e fomento à inovação para empreendimentos criativos as ações realizadas têm gerado a consolidação dos setores criativos de artesanato, gemas e joias, moda, design, manualidades e gastronomia, programas e projetos implementados pelo Governo do Estado Pará, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia e o Instituto de Gemas e Joias da Amazônia, em parceria com uma rede de instituições públicas, privadas e do terceiro setor.

Por meio do Programa Polo Joalheiro e do Arranjo Produtivo Local de Moda, Design e Indústria do Vestuário, são atendidos 838 empreendedores criativos de maneira direta e 2514 de maneira indireta. Trata-se de um grupo de empreendimentos que tem a cultura como elemento impulsionador para o desenvolvimento econômico por meio do ciclo de criação, produção, comercialização e distribuição.

O fomento do empreendedorismo criativo realizado nos espaços comerciais e de prestação de serviços criativos, no São José Liberto tem gerado uma média, ao ano, de faturamento correspondente a R$ 3.400.000,00 (três milhões e quatrocentos mil reais), englobando a efetivação dos três setores criativos: artesanato, gemas e joias e moda, todos produtos autorais e feitos à mão.

Os empreendimentos criativos posicionados no ESJL tem como característica um capital humano criativo e técnico, utilizam insumos físicos associados a insumos de valor cultural, além de equipamentos e instrumentos industrializados e alguns equipamentos são criados pelos mestres artesãos de ofício. As vendas são diretas, por encomendas e outros canais de revenda.

O funcionamento do Espaço São José Liberto se caracteriza e contempla ponto de convergência entre os setores de turismo, cultura, desenvolvimento econômico, patrimônio histórico, museu inclusão socioprodutiva e empreendedorismo criativo.

Programa Polo Joalheiro

APL de moda, design e indústria do vestuário

Casa do Artesão

Museu de Gemas do Pará

Lojas e Serviços

Turismo criativo, educação e cultura